Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Loucura de Ser Enfermeira... Mãe, Mulher, e Humana!!!

A Loucura de Ser Enfermeira... Mãe, Mulher, e Humana!!!

Humanismo= ser humano ?!?! Corrupção=ser humano?!?!

Quando sou confrontada com esta realidade, fico completamente confusa. Como é isto possível em 2016?!? Com tanta "evolução", tantas descobertas, tanta perda de tempo com coisas fúteis, faz-nos pensar, que as necessidades básicas do mundo estão mais que satisfeitas, uma vez que há tanta preocupação com outras coisas materiais, e muitas desnecessárias e completamente "estúpidas". 

Só sinto revolta, raiva, o sangue ferve a ver isto, e ainda ferve mais, quando sentimos a impotência de não puder mudar alguma coisa.

Tanta gente a falar em evolução, mas o que vejo, olhando para tràs na história é uma continuação, da repetição dos mesmos episódios. Muda a capa, mas a história é a mesma. Quem tem o poder é quem destroi, e quem sofre as consequências são sempre os mesmos. E mesmo havendo de vez em quando um Robin Hood, na tentativa de mudar alguma coisa, depois acontece o que tem acontecido por toda a história deste mundo de gente burra, são presos, são mortos, são CULPADOS!!! 

É tão absurdo, que me baralha e me faz questionar que doença este mundo têm?!? Como é possível?!? 

Completamente desiludida, e quase sem palavras. Pois, por mais que se pense, que se reflicta, que se debata, que se estude, que se tente encontrar soluções, e caminhos certos, enquanto for o DINHEIRO e a BURRICE a ter o PODER, nada mudará...

Como não há uma solução radical para curar este mundo doente, mas também não acredito em comodismos e no não fazer nada porque não está ao nosso alcance, acredito que todos nós, nos nossos meios, devemos continuar a perpetuar o AMOR, a dar e a contribuir com as nossas pequenas ações, num caminho de promoção da saúde, de prevenção da doença, e de prevenção de complicações quando a doença já existe, do nosso pequeno mundo. Não conseguimos mudar o mundo sozinhos, mas conseguimos fazer grandes diferenças, no pequeno mundo onde vivemos, seja em casa, com a familia, com os amigos, no trabalho, na nossa sociedade... Pois o pior que podemos fazer ao depararmo-nos com esta realidade é deixarmo-nos infectar por essa doença. 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.